Direito de Lisboa vence ArcosTouch16

Partilhar


Decorreu, no passado sábado, a segunda edição do Arcos Touch, um torneio de rugby na variante de Touch, que se distingue do rugby tradicional pela ausência de contacto físico, excetuando o toque (forma de parar o avanço da equipa adversária).

Esta modalidade tem vindo a notar uma grande expansão mundial e é conhecida como o rugby social, pois pode ser jogado por toda a gente, em todos os lugares, é muito simples de jogar e é uma excelente maneira de apurar a condição física dos seus praticantes.

Num dia de intenso calor, realizaram-se 23 jogos no campo de rugby de Arcos de Valdevez. Dez equipas disputaram o título, mas apenas se apuraram para a fase final as equipas do Direito Touch (Lisboa), Técnico Touch (Lisboa), Agrária Touch (Coimbra) e Caixa de Crédito Agrícola (Arcos de Valdevez).

A final foi “alfacinha” entre o Direito e o Técnico. A equipa do Direito, finalista vencida da edição anterior, viria a vencer a final por 8 a 5. Justos campeões, pois desde a fase de grupos que venceram todos os seus jogos.

Curso de Árbitros de Touch Rugby

Durante o fim de semana decorreu ainda uma formação de árbitros de Touch Rugby com um formador vindo de Inglaterra e outro de Espanha. O objectivo deste curso (nível 1) foi o de suprimir a lacuna da escassa existência de árbitros de Touch Rugby em Portugal.

Festa do Rugby de Arcos de Valdevez

Mas o ArcosTouch começa a afirmar-se como a grande festa do rugby de Arcos de Valdevez. A organização é do Clube de Rugby os Garranos, em parceria com o Clube de Rugby de Arcos de Valdevez, que festejou o 35 aniversário na mesma data.

Assim para além da vertente desportiva, existiam insufláveis para as crianças, a “Tasca do Garrano” com produtos tradicionais, entre outras actividades. Durante a tarde, disputou-se ainda um emocionante encontro de Pais contra Filhos.

Arcos de Valdevez apresenta Candidatura ao Campeonato Europeu de 2018

Neste torneio (que faz já parte do Calendário da European Federation of Touch), estiverem presentes como convidados, Erick Acker, Presidente da FIT (Federation of International Touch), órgão máximo que tutela o Touch Rugby mundial e Linda Acker, representante da EFT (European Federation of Touch).

Aproveitando a presença em Arcos de Valdevez destes altos representantes do Touch Rugby, realizou-se uma reunião, com a autarquia Arcuense, os Clubes Locais (Garranos e CRAV) e a Federação Portuguesa de Rugby.

Como conclusão ficou decidido que Arcos de Valdevez apresentará uma candidatura à organização do Campeonato Europeu de 2018.

Esta prova teria um significativo impacto na região uma vez que envolve a presença de cerca de 1000 atletas de mais de 15 países, durante uma semana.

As candidaturas deverão ser apresentadas até setembro deste ano, sendo o conhecido o país vencedor em março de 2017.

Está em... CRAV Geral Direito de Lisboa vence ArcosTouch16